Main menu

Pesquisadores da USC (Universidade do Sul da Califórnia) e Harvard desenvolveram uma nova abordagem para reparar células no interior do ouvido - um remédio em potencial que poderá restaurar a audição de milhares de pessoas pelo mundo.

 

O estudo de laboratório demonstra um novo caminho para uma droga zerar os nervos e células danificados dentro da orelha. É um remédio em potencial para um problema que aflige atualmente 466 milhões de pessoas no mundo sendo que uma recente pesquisa aponta que 900 milhões de pessoas poderiam ter surdez até 2050.

"O que há de novo aqui é que descobrimos como inserir uma droga no ouvido interno para que ela permaneça firme e faça o que é suposto fazer, e isso é novidade", disse Charles E. McKenna, autor correspondente do estudo e professor de química na Faculdade de Letras, Artes e Ciências da USC Dornsife. "Dentro desta parte da orelha, há substâncias fluindo constantemente que repele as drogas dissolvidas, mas nosso novo método aborda esse problema, e isto é um fato inovador para a área. Também é importante porque o método pode ser adaptável para outras drogas que precisa ser aplicado dentro do ouvido interno ".

O artigo foi publicado em 4 de abril na revista “Bioconjugate Chemistry”.  Charles E. McKenna é coautor do artigo juntamente com David Jung, da Harvard Medical School, entre outros. É a mais recente conquista do programa prioritário da USC para o avanço da biomedicina, disseram os pesquisadores.

Mas existem ressalvas. A pesquisa foi realizada em tecidos animais em uma placa de Petri (recipiente de vidro). Ainda não foi testado em animais vivos ou humanos. No entanto, os pesquisadores estão esperançosos, dadas as semelhanças de células e mecanismos envolvidos. Pesquisadores disseram que a "fortes evidências preliminares" que a droga pode funcionar em criaturas vivas. Eles já estão planejando a próxima fase envolvendo animais com perda auditiva.

O estudo abre novos caminhos e o alvo dos estudos é a cóclea, uma estrutura semelhante a um caracol no ouvido interno, onde as células sensíveis transmitem som ao cérebro. A perda auditiva ocorre devido ao envelhecimento, o trabalho com máquinas barulhentas e muitos shows barulhentos.

"Não estamos dizendo que é uma cura para a perda auditiva", disse o especialista. "É um princípio de uma prova para uma nova abordagem que é extremamente promissora. É um passo importante que oferece muita esperança".

A perda auditiva está projetada para aumentar à medida que a população envelhece. Pesquisas mostraram que a perda auditiva deve dobrar em alguns anos, como relatado no início do artigo. Danos ao ouvido interno podem levar à "perda auditiva oculta", que é difícil de ouvir sussurros e sons suaves, especialmente em lugares barulhentos. Infelizmente este método é um projeto que pode demorar muitos e muitos anos para ser adotado pela medicina, entretanto existem recursos eficientes que podem minimizar os problemas auditivos, os aparelhos auditivos por exemplo são uma solução eficiente para perda auditiva. Se você suspeita que tenha problemas de audição, procure um especialista nas unidades da Audifone.

Horário de Atendimento
Segunda a Sexta
das 8:30h ás 17:30h 
Sábado das 8:30h ás 12:00h

Rua: da Glória, 297 - Centro Cívico, Curitiba - PR
Tel: 41 3352-2611
WhatsApp: 41 8527-7680 / 41 9628-8421

Newsletter

Joomla Extensions powered by Joobi